São muitas as dúvidas a respeito do que comer depois do treino e pensamentos tentadores como “treinei muito, eu mereço…” pode colocar todo seu esforço a perder.

O que fornecer para o organismo, ou seja, qual estratégia nutricional seguir, vai depender muito do seu objetivo (emagrecimento ou hipertrofia), do horário e da qualidade do treino (exercícios leves gastam menos calorias, requerendo menos nutrientes e exercícios intensos ou de longa duração precisam de maior aporte de nutrientes para recuperar os músculos e promover síntese protéica – muitas vezes só pela alimentação não dá e a suplementação torna-se necessária). De qualquer forma, carboidratos e proteínas devem estar na proporção ideal e nunca esqueça de hidratar-se corretamente, para repor as perdas hidroeletrolíticas.

6 dicas de pós-treino:

1.     Sanduíche natural

2.     Omelete com queijo magro e legumes

3.     Torradas com queijo magro e geléia

4.     Biscoito de arroz com pasta de amendoim + banana

5.     Shake de whey protein + leite + fruta

6.     Carboidrato + proteína magra + salada

Os exercícios intensos podem reduzir o apetite de muitas pessoas, neste caso a reposição de carboidratos sob a forma de fluidos pode ser mais conveniente.

O que não consumir: álcool, gorduras saturadas de difícil digestão e açúcares refinados.

Consulte sempre seu/sua nutricionista para ajustar sua dieta e planejar as refeições de acordo com suas necessidades específicas. Saber o que comer antes e depois do treino é fundamental para alcançar os seus objetivos. De qualquer forma, é importante cuidar da alimentação também no dia a dia, já que todas as refeições são importantes para quem deseja emagrecer e/ou ganhar massa.

Open chat
Como Posso Te Ajudar?